sexta-feira, 6 de abril de 2018

Quando é que vais acordar?


 

Anda o povo inebriado

a sonhar que está no céu,

leva  meio tostão furado

feliz porque o recebeu.

 

Para ser pobre explorado,

coitado… assim nasceu…

Não vê que é escravizado

na miséria a que volveu.

 

Se a união tem muita força

e os pobres são aos milhares,

é lutar até que torça

p’ra não te subordinares

 

a tantos exploradores….

Querem o mundo abraçar,

dele são seus possuidores…

Quando é que vais acordar?

                      «»
                            


Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - Google

Sem comentários:

Enviar um comentário