segunda-feira, 26 de março de 2018

ECCE HOMO – JESUS


                                              Por Zélia Chamusca
 
“Ecce Homo“, eis o Homem, foram as palavras em latim pronunciadas pelo governador (praefectus) da província romana da Judeia, Pôncio Pilatos, ao apresentar Jesus Cristo aos Judeus (Evangelho segundo São João, 19.5).

É precisamente o Homem Jesus que tentarei identificar em breves palavras.

Jesus, espírito superior, foi o único ser humano que conseguiu revolucionar a história da humanidade defendendo os pobres e libertando os oprimidos para que usufruíssem a vida num contexto de novas relações sociais, abrindo um novo caminho, o da salvação, o caminho da paz.

O programa desta ação libertadora de Jesus é apresentado no seu discurso na Sinagoga de Nazaré (João, 4,16,22) tendo sido a partir daqui que surgiu o confronto de ideias, sendo Jesus acusado de provocar a violência do sistema baseado na riqueza e no poder, o que O levou  a ser condenado à morte pelo poder romano, Pôncio Pilatos.

Jesus é o autor da história dos pobres e dos que procuram um mundo mais justo e mais humano.

Jesus criou um projeto para uma ordem nova que nos conduzisse a uma relação de partilha e fraternidade acabando com a exploração e dominação humanas. É um caminho revolucionário, libertador, revelador de uma vida de dignidade para todo o ser humano, mediante um novo modo de ser e de agir.

Esta é a realidade histórica da figura de Jesus, enquanto Homem, e do Seu papel na sociedade.

Para os crentes, Jesus, sendo visto á luz da fé, não morreu; ressuscitou e está vivo, a morte de Jesus é a libertação. Só a fé mostra o que não é mostrável, o que não se vê, apenas, se aceita. Jesus ressuscitou em espírito e a ressurreição é o caminho da vida.

Vendo sob uma outra forma, o caminho da vida de Jesus é uma pedagogia que nos ensina a fazer a história dos pobres.

Todos os acontecimentos da vida de Jesus revelam a dimensão de uma vida nova que conduz o ser humano a um novo modo de ser, de pensar e de agir.

Passados cerca de 2000 anos (não se sabe ao certo), o percurso que Jesus nos deixou não chegou ao fim.

Deflagra a exploração do homem pelo homem. Os ricos cada vez mais ricos quando há milhares, na rua, a morrer de fome e, outros, tornados escravos a trabalhar duramente, mal remunerados, sem terem direito a uma vida condigna. Isto no século XXI.

Seria bom que refletíssemos e passássemos a mensagem aos que têm o poder para agir e pensar que os bens da Terra não são só deles, dos detentores de 99% da riqueza terrena enquanto 1% restante é para milhões da população mundial.(a)

Jesus deixou-nos o exemplo.

E se o Seu exemplo fosse seguido por todos nós?

Esta é a Mensagem de Páscoa da Ressurreição.

                                    «» 
                                                   Zélia Chamusca                                          
                                                     2018-03-25     
(a)     -   http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/01/160118_riqueza_estudo_oxfam_fn