sexta-feira, 20 de outubro de 2017

O Peso das Palavras


                                         
           

A mesma palavra pode dizer tudo e nada

pode ser agre doce e perfumada

 

A mesma palavra pode ser contundente

sintética restrita e abrangente

 

A mesma palavra pode ser agressiva

vazia oca verdadeira e defensiva

 

A mesma palavra pode ficar gravada

no coração e na alma apunhalada

 

A mesma palavra pode causar dor

e simbolizar doçura carinho e amor

 

A mesma palavra pode ser amargura

mas que seja transparência e candura

                               «»

                                            Zélia Chamusca

4 comentários:

  1. Estou perfeitamente de acordo com as palavras deste poema. Deveremos ter cuidado nas palavras que usamos, quando falamos dos outros.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, Amigo, Neca Ferreira, pela sua presença e comentário.

    ResponderEliminar
  3. Muito grata pelo simples comentário de desconhecido.
    Quem é você?
    Sei que é leitor e penso que aprecia o que escrevo.
    Está certo.
    Obrigada,
    ZCH

    ResponderEliminar