segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Até as vitimas calam


 
                 
 

Prometem mundos e fundos

para a boca lhes calar…

Não liguem a vagabundos…

Noutro mundo irão ficar?

 

Prometem-lhes o paraíso,

pensamento positivo…

Não percam, porém, o ciso,

tenham o cérebro ativo!

 

Comportamento anormal

e comum nos indefesos

convencidos: não há mal…

Saímos todos ilesos…

 

Vamos ser bem compensados…

Este negócio é que dá…

Não se importem… Preocupados?

O céu vai ser, aqui, e já!

 

Assim a boca lhes calam

na pureza destas gentes,

 que até as lágrimas lhes secam;

Vão sorrindo de contentes!

 

Pobres dos que já partiram;

Não puderam cá ficar…

Para sempre eles sumiram;

Deles não se irão lembrar!

               «»
                         Zélia Chamusca

Sem comentários:

Enviar um comentário