domingo, 16 de julho de 2017

Estão as Mentes Tontas


 


 
Está frio de inverno…

Céu cinzento e triste…

Parece um inferno

O que à volta existe!

 

O sol se escondeu

No tempo da bruma,

A floresta ardeu,

Nem resta a caruma!

 

Estão as mentes tontas

Bem de longe a ver

Que acertam as contas

P’ra crise vencer!

 

Mas, nos bolsos delas;

Enganam os pobres

Numas bagatelas!

Pensamentos nobres…

 

Nobres? Miseráveis!

Acabou a nobreza;

São ações lamentáveis

Que causam tristeza!

             «»
Poema de - Zélia Chamusca
 

Sem comentários:

Enviar um comentário