sábado, 3 de dezembro de 2016

Uma atmosfera de afetos










Tão tranquilos nós estamos
numa atmosfera de afetos,
já todos nos acalmámos,
em palavras bem discretos…

Sendo pelo afeto unidos
e nele estando apegados
nunca seremos vencidos
e por ninguém maltratados.

Porque gerando o carinho
que a nossa autoestima aumenta,
entre tudo o que avizinho
é que se acaba a tormenta!

Tormenta que já passou
com a força da razão
e da luta que travou
o povo desta nação!

Uma nação sem igual
que vive em fraternidade
fazendo de Portugal
um país de liberdade!
             «»
                     Zélia Chamusca
                     




Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - Google

Sem comentários:

Enviar um comentário