segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Metáfora




Metáfora,
És sentido
De aparente sem sentido,
Contido
Na profundidade
Da poética
Criatividade!

És ornamento,
Embelezamento,
És o encanto
Do meu canto,
Num mundo imaginário
De ideias,
Em que me transportas
À linguagem mais sublime
Em que a poesia se define.

És veículo do sentimento,
Das paixões,
Das emoções.

És a imagem mais bela
Que surge na imaginação
Em que se conceitualiza
O pensamento
E se concretiza
Na comunicação
Definindo-se na expressão,
Em profundidade,
Sem limite à criatividade
Em que se exprime
A arte mais sublime,
A linguagem mais rica
Que fica
Para a Eternidade!...

             «»

                Zélia Chamusca


Da obra - Um Outro Olhar
A publicar

Publicado na revista - A Chama
Ano II Nº. 10

Sem comentários:

Enviar um comentário