domingo, 12 de julho de 2015

Na Terra o amor sumiu; contudo Ele existe























É tão grande a dor que me faz sofrer
Por na Terra tanta desgraça haver…
Crónica é a doença, de tão forte dor,
Neste mundo onde já se expungiu o amor!…

Perquiri o amor nos campos floridos,
Perfumados, alegres, coloridos,
E, encontrei-O no aroma exalado
Pelas rosas brancas sendo espalhado!...

Na Terra o amor sumiu; contudo Ele existe.
É vê-Lo sempre presente em todo o lado,
E, logo, ao anoitecer no céu estrelado…

Ele se manifesta na obra de Deus
Que p’la Sua omnipresença a tudo assiste.
Em tudo O encontro, porque eterno, existe!
                                  «»

                                       Zélia Chamusca

Fonte de imagem - Google

2 comentários:

  1. O amor realmente existe... Difícil de encontrado, mas não impossível. Uma bela tarde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amor a que me refiro existe mesmo e é bem visível pois que é princípio meio e fim de tudo.
      Aquele a que se refere, existe nos corações, apenas, de alguns.
      Grata por sua presença. Volte sempre,
      ZCH

      Eliminar