sábado, 13 de junho de 2015

O Vazio da Palavra Amar






Triste dia de inverno
Em pleno verão,
Triste como o inferno
Tudo é negridão.

Tão negro, tão opaco,
Sem força e sem ânimo
E o espírito fraco
Com grande desânimo

P’las mentes malévolas
Cheias de indignidade,
De negras auréolas
Nesta sociedade!

É preciso força
Para derrubar
Tudo o que distorça
A palavra amar!

Esta é uma palavra
Que só tem sentido
Quando o peito a lavra;
Tudo é permitido!

             «»



Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem- Google


2 comentários:

  1. Se o amor fosse propagado e abraçado como o são os comportamentos indignos, que só prejudicam a sociedade e o mundo, este poderia encontrar a paz. Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Marilene,
    É verdade, mas até os midia só propagam comportamentos indignos.
    Não há quem fale de amor a não ser o Papa Francisco.
    Quando falam em amor nunca esta palavra tem o seu verdadeiro sentido. Para a maioria é egoísmo, edonismo, erotismo e sexo. Nada mais a não ser o descarte dos outros! Grata por sua presença e muito amor para si, ZCH

    ResponderEliminar