sábado, 11 de abril de 2015

Sabes o que é esperar?...



Sabes o que é esperar
por alguém que nunca  irá chegar?...
Em que os dias curtos
se tornam em noites longas, longas…
Em que os dias longos
se tornam infernos
de eternos?…

Sabes o que é esperar?...

É a tortura permanente
que a alma sente
pela eterna ausência
que o peito corrói sem clemência!…

É um infinito esperar
que o coração deixe de sangrar!...

                      «»


Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem- Google

Publicado na Revista - A CHAMA
Ano II Número 10

4 comentários:

  1. E ele deixa de sangrar, mas a espera é sempre longa. Belo! Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Querida Escritora Marilene,
    Muito grata por seu comentário e beijinho,
    ZC

    ResponderEliminar
  3. Todas as esperas são longas e dolorosas... Mas um dia nasce o sol por entre as nuvens. Então a espera torna-se um radioso dia de Verão.
    Beijinho de luar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, há esperas que por se tornarem infinitas só poderão tornar-se realidade concretizada num radioso verão que tanto adoro...
      Beijinho,Meu Luar Perdido,aqui encontrado, pelo belo e poético comentário,
      ZCH

      Eliminar