quarta-feira, 11 de junho de 2014

Eternidade





O efémero é, apenas, momento
Que se esvai no pensamento.
Não existe a efemeridade
O que existe é a eternidade.

Tudo, toda a criação
Tem começo, meio e fim,
Sem fim…
Porque o fim é a eternidade.

Princípio é o começo,
É o ato de existir;
Meio é o caminho,
O processo de transformação,
De definição;
Fim é o culminar
De um processo
Que, de novo, irá recomeçar,
No ciclo interminável
Do eterno retorno.

Este processo é evidente
E existente
Em todo o universo,
Em toda a criação.

Princípio, meio e fim
São fases do processo
Recriativo e evolutivo,
De renovação,
Que se chama vida.

Façamos desta evolução
Um permanente renovar
Do nosso coração!


             «»


Da obra - PALAVRAS DA ALMA
Autora - Zélia Chamusca
Chiado Editora

Fonte de imagem - Google

Sem comentários:

Enviar um comentário