terça-feira, 22 de abril de 2014

Poema Lapidar




Preciso de te escrever,
Mais do que o pão para a boca,
Para matar meu sofrer…
Chego a pensar estar louca!

Sim, louca estou eu por ti!
Sentimento exacerbado!
Já ninguém  p´ra mim sorri…
Só te vejo a ti, Amado…

Absorta na escuridão
Que cega o meu triste olhar,
Na procura sempre em vão,
Na busca p´ra te encontrar!...

Assim, te posso dizer,
Como só a ti quero amar.
Eu sei que me estás a ver
Neste poema lapidar.

Nesta pedra de granito
Quero nosso amor gravar
Porque só à pedra eu permito
Este amor eternizar!...
                                                                              
                                                                                           Zélia Chamusca
                                           


Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - Google

Sem comentários:

Enviar um comentário