sábado, 5 de abril de 2014

A Cartilha Paternal





Todos seguem a cartilha,
A cartilha paternal,
Pedagogia da pandilha
Donde brota, apenas, mal.

Do mal que nos toca a nós,
Mais frágeis, desprotegidos.
Eles se vingam de nós,
Sempre os mesmos atingidos.

Não têm imaginação
A não ser seguir o mal,
Continuando a destruição
P’la cartilha paternal.

É sempre a mesma conversa,
Uma completa aldrabice,
Pois, cada um o mesmo versa:
Ora disse, ora desdisse.

Não se pode acreditar
Na cartilha que eles seguem
Iremos ter que a rasgar
Pois, sempre os mesmos perseguem!
    
                                                       «»

Poema de - Zélia Chamusca
Da obra - A Segunda Mensagem - Para um Mundo Melhor
A editar

Fonte de imagem - Google                                                             

2 comentários:

  1. Verdade querida amiga. Querem sempre que sigamos sua própria cartilha! Mas ensinar com justiça e honestidade que seria o certo, lhes faltam.
    Mais uma excelente criação.
    Bjssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Querida Monica,

      Não, eu nunca seguirei a cartilha deles!

      Quem segue esta cartilha são os filhos da mesma....

      Beijinho,

      ZCH

      Eliminar