domingo, 9 de março de 2014

Sonhei...



Voei e sobrevoei,
 Num sonho de fantasia
 De verdadeira magia.
 Sonhei…

 Sonhei
 Num grande amor,
 Que encontrei
 E desejei possuir
 Num doce fluir
 De emoção
 E de paixão.
 Louca paixão!…

 Seu perfume
 Me inebriou,
 Fascinou,
 E me envolveu
 Em etéreo sonho,
 Voando sobre os mares,
 Sobre céus,
 E pelos ares
 E em mim ficou,
 Mesmo acordada,
 Sentindo-me tão amada…

 E um desejo insaciável,
 De me sentir,
 Num envolvimento
 De prazer inesgotável,
 Em louco ato de amor,
 De escaldante calor,
 E inebriante odor,
 Permanecerá, sempre, em mim,
 Tal o aroma de uma flor,
 Cravo de belo carmesim.

 Desejo e sonho,
 Com todo o meu querer,
 Sentir este amor,
 Bem dentro de mim,
 Num prazer sem fim…
 Sonhei…
          «»
                   Zélia Chamusca


2 comentários:

  1. O amor, mesmo em sonho, sempre abranda alma e coração.
    Lindo sonho em belos versos.
    Bjsssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Monica,

      Este amor é o conceito vulgar de amor. Sensação agradável... Pena que tivesse sigo em sonho, sonho acordada. Temos destas coisas...

      Estou a rir!!!

      Aqui já não há filosofia...

      Beijinho,

      ZCH

      Eliminar