quarta-feira, 26 de março de 2014

Os Malabaristas (Part Two)




Já chegaram os malabaristas
ao palco da disputa
numa grande luta
de mentes inteligentes
em falácias permanentes.

Começou pelo poder a disputa
do trio na grande luta.
Já fizeram conluio,
o mesmo projecto assinaram
e os dois bem se calaram…

Não se deixem iludir
nesta ditadura
entre todas a mais dura
sonhando com a democracia
que, por fatal ironia,
morreu logo nascitura,
ou seja,
nem chegou a nascer,
pior que,
nado morto, tudo torto,
que convence as mentes
ilusórias, patológicas, doentes,
sonhando com a democracia
vivendo em ditadura,
dura, cruel e desumana,
de déspotas de mente insana!

Não se deixem iludir
com o trio já formado
porque eles só servem
para cortar o ordenado
e roubar o reformado
para dar ao capital
gerador de todo o mal!

Mas vós, que não sois,
dizem eles,
despesa do estado,
nem a crise originastes,
ou se sois
dos que fogem ao fisco,
não tendes qualquer risco
e ainda sereis premiados
com benefícios fiscais
e outros, muito mais,
não se importem…
que eles vão cortar para outro lado.

Vão, votem nestes malabaristas,
porque não vos toca a vós,
parece que neste vai e vem
não há nunca mais alguém
que venha quebrar
o ciclo fatal
dum eterno retorno,
a origem de todo o mal…
Sim…Votem nos mesmos
dando continuidade à ditadura
que, há quarenta anos perdura,
porque, assim, não vos toca a vós,
apenas, sofrem os mesmos!...

                    «»

                                 Zélia Chamusca







Fonte de imagem- Google 

6 comentários:

  1. É mesmo isto que ase passa. O poeta é também um lutador pela verdade e pela justiça. Beijinho minha querida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Guilherme Duarte,

      Uma felicidade esta surpresa da sua presença, aqui, neste domingo em que o sol ora brilha, ora se esconde nas nuvens tristes e cinzentas, envergonhado pela conduta destes inergúmenos que se governam roubando-nos!

      Desejo um santo domingo e beijinho,
      ZCH

      Eliminar
  2. Enquanto houver quem grite a verdade, ainda restará a esperança de dias melhores. O que não pode é emudecer diante de tanta falcatrua!
    Excelente teu grito de alerta Zélia.
    Bjssss

    ResponderEliminar
  3. Monica,

    Eu sei que não irei mudar o mundo com o protesto, mas, que servirá de alerta para quem possa fazer mais. Eu já faço muito para o que posso.

    Grata e beijinho,
    ZCH

    ResponderEliminar
  4. Mas não pense que suas linhas passam por despercebidas.
    As mesmas trazem a sede de justiça e muitos levantam a mesma bandeira, muito embora de forma diferente.
    Bjsssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata, Querida Monica pelo seu estimulante comentário.
      Beijinho,
      ZCH

      Eliminar