sexta-feira, 14 de março de 2014

Ação do Demónio



Só por ação do demónio
É possível entender
O que está a acontecer.
Autêntico pandemónio!

Está tudo a ser destruído
Neste pobre Portugal
E o povo a ser consumido
Por quem causa tanto mal!

Já não há forças armadas
Nem tribunais para agir,
Há estruturas ameaçadas,
E estão empresas a falir.

E estes demónios não param,
Estão tudo a destruir
Só aos pobres eles roubaram
E os ricos se estão a rir!

Para o patrão enriquecer
Despedem trabalhadores
Para o demónio  se encher
Rouba aos velhos sofredores.

Os pobres vão aumentando
Destruindo a classe média
E o demónio se fartando
Não há quem lhe ponha rédea.

Estes demónios não vêm
Que estão no caminho errado
Estes demónios só crêem  
No templo já profanado!

Eu só vejo criticar
Mas ninguém capaz de agir
Para este rumo alterar.
Está o povo a dormir!

Acorda meu povo, acorda!
Querem Portugal destruir
Acorda, que é tarde, acorda!
Não de deixes iludir!

Se não acordares já
Só cinzas irão restar!
Manda os demónios p’ra lá
Vamos Portugal salvar!
                «»

                        Zélia Chamusca



Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - google

2 comentários:

  1. Que este teu grito seja ouvido e desperte todo o teu povo.
    E mesmo que ainda não desperte. Acredito que esse momento que acontecerá.
    Parabéns.
    Bjssssss

    ResponderEliminar
  2. Olá Monica!

    Oxalá, Querida, que assim aconteça. Vou rezar para que desperte quanto antes!

    Beijinho e grata por ter lido.

    ZCH

    ResponderEliminar