domingo, 12 de janeiro de 2014

Sem lei nem grei


 


Atenção que a corrupção

Não nos deixou de enganar!

A quadrilha de ladrões

Não pára de nos roubar!

 

Só ataca os pobres e os velhos

Que para eles trabalharam,

P’ra estes ingratos fedelhos

Que só cartazes colaram

 

Nas paredes a subir,

E, agora, têm o poder

Só nos querem agredir…

Connosco eles irão ver!

 

O respeito já perderam

Porque não o tem quem não o dá,

A moral nunca tiveram;

Serão corridos e já!

 

Não sabem fazer mais nada

Que governar contra a lei!

Para onde segue a parada?

Sem rumo, sem lei nem grei?
                                                      




Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - Google                                                       

Sem comentários:

Enviar um comentário