quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Presentes


 



   
 

 
 
Este dia de Natal
Já está chegando ao fim.
O que dele nos fica, afinal?
 

Dádiva de  amor,
Troca de presentes,
De alegria,
De ternura,
De calor
Temperado de doçura,
De lembrança
Dos ausentes
Presentes.
 

Neste dia de Natal,
Quantos, quantos
Sofreram a perda 
De seus queridos entes,
Que na sua ausência,
Porque são essência,
Se tornaram presentes?

 
 
Natal é momento
No ciclo ontológico do tempo,
É vida em renovação,
É Criação,
Fé e oração.
 

E a realidade
Desta dimensão
É a verdade
Que entende
Corpo e alma
Como ente
Recebido da essência 
Que o torna ser
Sempre Presente.

                                    
          

       
Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem -Google

Sem comentários:

Enviar um comentário