quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Adeus! Meu Velho Pai Natal!



















Meu Velho Pai Natal,
Espera, não te vás embora,
Olha, a última coisa que te peço,
Atende-me que eu bem mereço!
Não te vás embora, agora!
Atende-me sem demora:
Não leves teu saco vazio!...

Faz com que todos os criminosos
Que cometem crimes dolosos
Contra a humanidade,
Sejam condenados
E obrigados a pena cumprir,
Não andem à revelia,
De nós de estão a rir,
Sempre no mesmo crime a reincidir!

Leva-os no teu saco
Bem fechado e apertado,
Para bem longe de nós,
De nós, pessoas de bem,
Que queremos para todos o Bem!

São verdadeiros Herodes,
Que, lentamente,
Tortuosa
E cobardemente,
Pretendem matar,
Exterminar
O indefeso:
Pobres, velhos e doentes… 


Leva-os no teu saco bem fechado
E apertado!
Não os deixes fugir
Têm que a pena cumprir!
Não a pena capital,
Não, não… É Natal…
Mas, leva-os para bem longe…
Para que nos livremos,
Para sempre, de todo o mal!

Leva no teu saco,
Bem fechado e apertado,
Essas almas amaldiçoadas,
Para as profundezas da Terra,
Para junto de Hades
Lutar com os Titãs,
Para o calabouço,
Para o poço de Tártaro,
Aí, já não os ouço! 
Meu Velho Pai Natal,
Livra-nos destas almas
Amaldiçoadas,
Para que vivamos em paz e fraternidade
No mundo de felicidade
Até á vitória final! 

Adeus! Meu Velho Pai Natal!

                      «»
Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - Google

4 comentários:

  1. Cara Amiga Zélia,

    Concordo com pedido tão sensato e recordo a frase do catecismo «Livrai-nos de todo o mal» E este mal, que tão bem define, é pior do que o mal do demónio ou das almas danadas.
    E hoje devemos analisar friamente o discurso político do PM em que pinta o quadro com as cores mais fantasiosas e surrealistas.
    Beijo
    João

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ilustre Sr. A. João Soares,

      Boa noite!

      Este mal é o mais maléfico que eu vi. E nunca ninguém viu pior.

      Eu não consigo ouvir, ou enxergar esse quadro porque é só mentira...

      Não consigo ouvir. Apareceu várias vezes e mudei imediatamente de canal.

      Tenho que preservar a minha saúde mental e física.

      Fico muito feliz com seu incentivante comentário.

      Beijinho,

      ZCH

      Eliminar
  2. Cara Zélia,

    Gosto do pedido ao Pai Natal e do comentário da Amiga Celle.
    E aproveito a oportunidade para retribuir a visita do Pai Natal. Não quero ser egoísta e limitar-me a receber a visita e os presentes. Quero retribuir e, compo não possa oferecer nada que lhe seja materialmente útil, entrego-lhe com a maior franqueza e sinceridade um envelope com os meus firmes propósitos de, na medida em que me for possível, colocar em prática todos os resultados das reflexões agora intensificadas sobre os ideais humanos e divinos do NATAL, em cada dia da vida com o forte desejo de contribuir para uma Humanidade mais harmoniosa e feliz, em total respeito pelos outros, não lhes fazendo aquilo que não gosto que me façam. Sejamos todos irmãos como nos veio aconselhar o menino cujo nascimento agora se comemora.
    Espero que esta minha retribuição seja considerada compensadora do muito que tenho recebido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ilustre A.João Soares,

      Fico feliz por saber que a Celle irá, também, ficar feliz porque alguém irá chegar à ação.

      Eu presto minha colaboração convidando à reflexão (conceção); A. João Soares delibera, decide e executa!

      Ótimo! Teremos um Ano Novo de 2014 bastante profícuo!

      Feliz Ano Novo!

      ZCH

      Eliminar