segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Sensibilidade - A forma mais perfeira de inteligência



A forma mais perfeita de inteligência


Que é no ser humano a sensibilidade


Esvaneceu-se nos ares da inconsciência


Do Poder, tal é a insensibilidade!



O nefasto sentimento da ambição,

A cobardia em todos tão bem visível

E o nobre sentimento em extinção

No Poder,  a sensibilidade… É incrível!


Neles a sensibilidade é invisível!

Só um insano desumano a pode anular,

Dado que  a demência o impede de amar!


A crueldade da insensibilidade

Desenfreada, pronta a apunhalar,

Só o pobre indefeso sabe atacar!

                  





Poema de - Zélia Chamusca

Fonte de imagem - Google





2 comentários:

  1. Teus versos cantam um problema social relevante.
    Tuas rimas buscam justiça para os que merecem.
    E cada vez mais sinto tua revolta latente contra os manipuladores do poder!
    Profundo e intenso querida Zélia.
    Bravossssssssssss

    ResponderEliminar
  2. Grata Querida Monica Pamplona.
    Fico feliz por sentir sua sensibilidade em consonância com a minha.
    Beijinho,
    ZCH

    ResponderEliminar