segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Contrários vs instabilidade



Em tudo paira e instabilidade:
Na natureza,
Nas pessoas,
Na sociedade,
No estado,
No governo.


Tudo se encontra neste estado,
Em tudo paira a instabilidade!


Na natureza:
É verão no outono,
É outono no verão,
Ora está frio,
Ora está calor,
Ora chove,
Ora faz sol!


Nas pessoas,
A coerência
E a incoerência,
Ora dizem,
Ora desdizem,
Ora se perdem,
Ora se encontram!


Na sociedade,
É doença endémica
E epidémica,
Epidémico mal,
Na nação, afinal,
Em tudo paira a instabilidade!


No estado,
Na utópica igualdade
Paira a desigualdade
Tudo em nome da liberdade!


No governo
Que não governa
Mas se governa…


Falam em democracia,
Que ironia!


O mundo
Perdido na incoerência,
Demência?...


O que hoje é,
Amanhã não é,
Neste ciclo de eterno retorno,
Movimento viciado,
Um mundo mal amado!


                «»
Poema de - Zélia Chamusca
Da obra - A MENSAGEM - Podemos mudar o mundo
Chiado Editora


Sem comentários:

Enviar um comentário