terça-feira, 9 de abril de 2013

Patologia?





 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Será patológico
Este meu estado,
Ter sempre presente
O Ser Amado? 

Não. Não é patologia
O que transmite alegria.
Pensar o contrário
É negativismo,
É nada, é niilismo. 

É uma harmonia
Cheia de luz e cor,
De plena sinestesia,
Estar contigo, Amor,
Em tão constante sintonia.

É eterna sinfonia
De apaixonado amor,
Hino de celestial Felicidade
Que perdurará na Eternidade!...
                 «»
 
 
 
Da obra -  PEDAÇOS DO MEU CORAÇÃO
Autora - Zélia Chamusca
Edições Vieira da Silva

 

4 comentários:

  1. Um lindo poema de amor.
    Coração interveio em teus dedos e desabafou em versos.
    Saudações nobre poetisa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Mônica,

      Tinha que ser você...

      Grande beijinho,

      ZCH

      Eliminar
  2. COM TANTO AMOR NO CORAÇÃO SÓ PODE SER MUUUIITO ESPECIAL!!!
    UM ABRAÇO
    CELLE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Celle,

      Todos nós somos especiais, somos únicos, singulares, indivíduos.

      Eu, simplesmente, tive a sorte de ser bafejada pelo amor que me ajudou, na minha fase de definição, a ver e a sentir o amor duma forma diferente, verdadeira e sublime...
      Infelizmente tão rara...

      Grata por sua visita e seu agradável comentário, e, muito amor para si,
      ZCH

      Eliminar