sábado, 16 de fevereiro de 2013

Andam os ladrões à solta!



 

ANDAM OS LADRÕES À SOLTA!

 
Andam os ladrões à solta,
Neste mundo avassalado,
Cuidado com suas garras
Que andam por todo o lado!
 
Em cada dia mais um
Que se junta à quadrilha,
Entre eles não há nenhum
Que não pertença à pandilha!
 
Oh! Povo que és tão ingénuo!
Presta atenção ao que fazes!
Quando abrires tua porta,
Vê; podem ser estes vorazes!
                   
 
 











Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem- Google

2 comentários:

  1. LADRÓES À SOLTA. José Pacheco Pereira explicou as malhas que o PSD tece. O Partido quer dinheiro e o caso BPN enriqueceram muitos tipos de «categoria» do partido. Pelo contrário o acto de António Capucho não lhes trazia o metal. Por isso os do BPN continuam a gozar impunemente as riquezas que obtiveram e que tanto prejuízo deram ao dinheiro público, ao dinheiro que os portugueses pagaram de imposto, aos cortes das pensões de idosos isso reforça que o otivo que os levou e mantém na política é «enriquecer muito, em curto prazo, por qualquer forma». Cada vez restam menos dúvidas sobre isto..Veja-se as rzazões que atraem às Jotas:
    http://joaobarbeita.blogspot.pt/2012/07/o-artigo-ministros-com-carreira.html

    ResponderEliminar
  2. Ilustre Senhor,

    Vejo sempre a Quadratura do Circulo e o Eixo do Mal, programas que aprecio e não deixo passar. Tenho como homem honesto e admiro Pacheco Pereira. Talvez por termos formação académica equivalente que se manifesta na forma de sentir e pensar.

    Tenho vergonha não da coragem dele em dizer a verdade. Esta sua coragem e honestidade eu admiro. Tenho vergonha desta gente de que ele fala... Já me faltam, a mim, as palavras para definir tanta desonestidade nalguns daqueles que deviam honrar-nos.

    Continuam os ladrões, impunemente, à solta e nós a pagarmos o que eles roubam.

    Somos espoliados até à medula!

    Grata por seu comentário e beijinho,

    ZCH

    ResponderEliminar