sábado, 19 de janeiro de 2013

Vem, Meu Amor


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Vem, Meu Amor
 

Vem, Meu Amor,
Meu Amado,
Meu eterno namorado,
Vem depressa
Matar meu desejo,
Sob teu embriagante calor,
Afagar meu corpo
Com tuas doces carícias
Plenas de amor! … 

Vem, Meu Amor,
Saciar meu corpo
E minha alma,
Apagar o fogo
De tão grande paixão
Que meu peito queima
Em forte combustão... 

Vem, Meu Amor,
Encher-me de prazer
Como só tu sabes fazer
Em teu mágico amar... 

Vem, Meu Amor,
Vem me amar!...
              

 
Da obra - PEDAÇOS DO MEU CORAÇÃO
Autora - Zélia Chamusca 
Edições Vieira da Silva

4 comentários:

  1. simplesmente maravilhoso, amei este poema, parabéns!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eumacle Amaral,

      Fico feliz por ter apreciado meu simples poema.

      Grata por sua visita,
      ZCH

      Eliminar
  2. Uauuuu!!!!!
    Tomare que esse amor não se demore.
    Avaliando pela sensualidade de teus versos...
    Esplêndido Zélia.
    Bjsss n'alma

    ResponderEliminar