terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Apaixonei-me pela fantasia




 
Apaixonei-me
pela fantasia,
em que um dia
me encontrei
e despertei
porque o que eu via
não era a fantasia
que sonhei.

Nela, intensamente,
me envolvia,
e, finalmente,
acordei
no auge da exaustão.

Senti então,
o que era fantasia
em que eu vivia. 

Me enganei,
na fantasia
que sonhei...

Ela era um véu
de aparente beleza
que cobria
a dureza
da verdade,
da realidade
que eu não quis ver
porque no céu
eu me sentia viver…

                                            




 
Poema de - Zélia Chamusca
Postado em Escrever é Preciso- Revista Virtual 
 em 3/12/2011

Sem comentários:

Enviar um comentário