sábado, 15 de setembro de 2012

VAMOS TODOS LUTAR!

                            
VAMOS TODOS LUTAR!

Hoje, 15 de Setembro, vamos todos lutar!

Trabalhadores, reformados, desempregados, todos nós cidadãos que constituímos o país, neste território desorganizado, lutemos pelo nosso país, que só o será, devidamente, organizado.

Queremos viver numa sociedade justa, onde paire a justiça, a equidade, a dignidade, o respeito, a solidariedade e, sobretudo, a honestidade.

Abaixo a corrupção que continua noutra forma de dimensão!

Quem roubou que pague. Punam-se os corruptos!

Eles têm que pagar com o que roubaram!

Nós cidadãos honestos não gastámos mais do que devíamos. Não!

O reformado trabalhou quarenta anos e mais e descontou durante esse tempo para o Estado (Segurança Social) e para sua reforma, (Caixa de Pevidência, muitas privadas),   dinheiro que foi sujeito a IRS e  que está a pagar em duplicado.

O cálculo de suas reformas foi feito por catorze meses.
O Estado andou a gozar o dinheiro descontado, exclusivamente, para a reforma do trabalhador, e não pagou juros.

Atenção:

Esse dinheiro é do trabalhador reformado, não é do Estado;

Está a pagar imposto de IRS em duplicado.

O Estado andou a gozar esse dinheiro e não pagou juros.

Esse dinheiro foi computado para ser distribuído por 14 meses.

É um direito inviolável do reformado a posse deste dinheiro, sua reforma. Esse dinheiro é seu. Não é do Estado.

Como permitir que o ladrão do Estado se aposse, roube este dinheiro ao reformado?!

Reformados, não permitamos!

O trabalhador tem o vencimento mais baixo da União Europeia e os 14 meses de vencimento não perfazem a média mínima da praticada na União Europeia.

Roubam estes dois meses de ordenado e, ainda querem roubar (TSU) para dar ao patrão?

Roubam ao trabalhador, TSU, para dar ao patrão!

O patrão é mais sensato que o Governo. O patrão recusa esta indignidade moral e sabe que o trabalhador tem que estar motivado.

Estes espécimes de desgovernantes dizem que com a TSU vão aumentar o emprego.

E, que tal se o trabalhador trabalhar de borla? Lembrar-se-ão disto?!...

O patrão é gestor de Recursos Humanos, e, como tal, sabe que para que haja produtividade é condição "sine qua non" trabalhadores motivados.

Uma Empresa, uma Organização, não é o Estado, nem  é o patrão. São as pessoas que constituem essa Organização.

E, se não estiverem todos empenhados no móbil dessa Organização ela não sobreviverá.                       
Uma organização são as pessoas que a compõem , os trabalhadores devidamente empenhados, motivados, e, organizados e geridos com inteligência, dignidade e respeito.

Sem motivação não haverá produtividade!

Eu nunca vi, na minha já longa vida, (para mim curta) o que está a acontecer!

Não há semelhança!…

Isto não é obra do diabo! É obra de uma nova espécie de diabo, nunca vista!

Vamos todos lutar para com isto acabar!

                                                                Zélia Chamusca

                                                           15 de Setembro de 2012


Fonte de imagem - Google

Sem comentários:

Enviar um comentário