sábado, 21 de julho de 2012

TUA COR VERDE MAR


                                                     

TUA COR VERDE- MAR
Zélia Chamusca


Estás negro, bravo
E clamas alto,
Alto mar.
Parece que, também, queres
Contra o Poder, protestar
E com tua força,
Nas altas ondas a rebentar
Alguém hás-de derrubar!

Já sei…
Estou a ver…
Queres meu sentir apoiar…
Então, vamos!
Irmanados,
Abraçados!
É tua a voz!

Oh! Mar revolto!
Pára teu murmurar!
Não vez que a Natureza
Fica triste e a chorar?...

E eu que te vim visitar
Porque não me recebes em teu doce amainar?...

Quero em tuas calmas águas,
Num doce flutuar,
Contemplar a natureza
E tua cor verde-mar…

           
Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - Google

2 comentários:

  1. O mar revolto a te inspirar elegantes e belos versos que aguçam meu saudosismo das verdes ondas.
    Bjsss

    ResponderEliminar
  2. Olá Mônica,

    A Mônica reside longe do mar?

    Portugal é um pequeno país plantado á beira mar, como sabe, e foi esta localização que fez dos portugueses o descobridores do mundo.

    Grata,Querida Mônica, por sua presença sempre agradável,
    ZCH

    ResponderEliminar