segunda-feira, 25 de junho de 2012

DISPUTA PARA A VITORIA FINAL





DISPUTA PARA A VITORIA FINAL
Zélia Chamusca

O mundo é dominado
E disputado
Por valências,
Principais
Potências
Mundiais
Sempre rivais.

O que está a acontecer
Que eu estou a ver
Na disputa,
É a luta
Travada
Na longa estrada,
Por caminho delineado
Pela força do mal,
E, planeado
Para o poder reforçar
E o totalitarismo alcançar
No final,
O poder total.

Alguém irá ficar
Em primeiro lugar.
Mas de que lhe servirá, afinal?
A chegada ao final,
Num mundo em regressão
Com a aniquilação
Do democrático progresso
Para o totalitário regresso
Onde tantos não têm pão
Nem de direitos igualdade,
Não fraternidade!

O agravar da ambição
Pelos sem coração,
A injustiça e o mal
Caminham para a vitória final,
No mundo pelo totalitarismo dominado
por ele governado,
O poder do mal...
              «»



Poema de - Zélia Chamusca
Fonte de imagem - Google

4 comentários:

  1. Quanto a mim será antes a disputa pela derrota final. Que loucos são os opressores se pensam que alguma vez alcançarão a vitória definitiva. Poderão ganhar batalhas mas a guerra será perdida e infelizmente não só por eles mas por todos os nós. Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Querido Poeta e Amigo,Guilherme Duarte,

      Este poema já foi bastante comentado, mas não aqui.Ninguém acertou no meu pensamento, que está devidamente expresso.
      Ainda bem, porque poderia acabar presa.
      Quando nos encontrarmos eu interpretar-lhe-ei o que escrevi.
      Grata por seu comentário e beijinho,
      ZCH

      Eliminar
  2. Sempre soube que o mal jamais vence o bem. Por mais que que se pense que o mal vencerá, no final o bem trinfará.
    É sempre um prazer poder ler-te.
    Bjssss

    ResponderEliminar