quinta-feira, 19 de abril de 2012

ÉS A LUZ


                                                                                               




    ÉS A  LUZ
Zélia Chamusca
 
Tu és a Paz celeste e vivificante
És  a essência do Amor, estrela a brilhar,
És Céu, és  eterna Luz tão brilhante,
És o Amor sublime és o verbo amar…

Em todo o universo eu Te procuro,
Em cada instante da já breve vida,
Nenhum momento eu perco ou descuro
Na procura da Luz sempre seguida!...

És a Luz que ilumina minha vida,
És a Luz que ilumina todo o meu ser,
És a Luz onde encontro guarida,

És a Luz que tudo fazes nascer,
És a Luz verdadeira, és  a Vida,
És a Luz, minha razão de viver!...
                                    

                                             
Da obra - PALAVRAS DA ALMA
Chiado Editora




6 comentários:

  1. Acho que nunca lhe disse, mas adoro sonetos. Como eu gostaria de os saber criar. Fiz alguns que foram sentidos mas não muito conseguidos. Quando há uma luz a iluminar-nos o talento tudo se torna mais fácil. Temos aqui a prova. Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poeta Guilherme Duarte, amigo e colega de há muito,

      Sua simpatia é muito incentivante para mim e quanto desejaria que o que diz fosse realidade em mim, mas, o engenho é pouco e o empenho é grande, por isso já procedi a alterações métricas neste pretendido soneto que me parece agora mais correto.
      Grata e beijinho,
      ZCH

      Eliminar
  2. Já te disse o quanto amei esse soneto. Mas vim aqui pra deixar registrado.
    Teus versos encantam e reluzem no brilho da poesia.
    Parabéns por essa maravilhosa obra.
    Bjsss em seu coração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Querida Poetisa Mônica Pamplona sempre foi para mim de uma simpatia única presenteando-me sempre, e, agora, também aqui, com sua tão agradável presença.
      Grata e beijinho,
      ZCH

      Eliminar