quinta-feira, 15 de março de 2012

O POETA É UM SONHADOR


O POETA É UM SONHADOR
                                       Zélia Chamusca


Onde estás amor?

Onde estás que te não vejo?

Nem te sinto

Nem te beijo…

E, persinto

Que fugistes,

Não existes

Para mim…

Cheguei ao fim

Da caminhada

Onde tanto caminhei,

Até que lá cheguei,

E, não te encontrei…

Cansei…



Onde estás

Que por ti me apaixonei?

Ilusão

Foi minha paixão

Que se esvaneceu

E, lentamente, morreu…



 O Poeta é um sonhador

Até sonha com o amor!...


            

4 comentários:

  1. Já estava a sentir a falta destas pérolas. Com efeito o poeta é mesmo um sonhador que até sonha com o amor e com tudo que é inatingivel...aos outros que não aos poetas.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Grata por v/ comentário agradável e fico feliz por estarem em consonância comigo.
    Fiz esta postagem muito à pressa porque estou atarefada com trabalho.
    Desejo um muito bom domingo com amor, sonho e sensibilidade poética,
    ZCH

    ResponderEliminar
  3. Fiquei algo desorientado. Como é que o meu comentário aparece aqui com outro nome. Fui ver quem eram a Alex e Stefany e fui dar com um blogue da minha neta e de uma colega. Ela entro no blgue neste cmputador e não fechou a sessão. Quando eu vim aqui entrei com a sessão dela. Foi a forma de descobrir os blogues dela e um deles tem uma fotografia minha da serra de Sintra com neve aqui há uns cinco seis anos. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  4. E eu estranhei este Alex e Stafany misteriosos...
    Está desvendado o mistério!
    Beijinho,
    ZCH

    ResponderEliminar