terça-feira, 10 de janeiro de 2012

TEU AMOR



             TEU AMOR  
 


  Tem teu amor a imensidão do mar,

  Eu quero nele, contigo, mergulhar

  E nas cálidas águas seu sal sentir

  O aroma dum perfumado cravo a abrir.



  Da tão grande intensidade de teu amar

  Não importa que não me possas falar

  Mas, eu quero que tu saibas em mim ver

  A pérola que tenho p’ra te oferecer.



  Oh! Amor da infinitude do Universo!

  Mata meu tão grande desejo, te peço,

  Com o intenso brilho de teu doce olhar!



  E, na imensidão dum tão largo mar

  De teu grande amor de forte intensidade

  Me une a ti para a Eternidade!...
                    «»


 Poema de -CHAMUSCA, Zélia
 Fonte de Imagem-Google

5 comentários:

  1. Um amor imenso como imenso é o mar e o céu. Um soneto de amor de uma mulher para quem o amor é eterno. Adorei, poetisa Zélia, amiga desde os bons tempos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata, Poeta e Amigo, (de há tanto tempo...) Guilherme Duarte.
      Beijinho,
      ZCH

      Eliminar
  2. O Guilherme está numa outra dimensão donde não pode mais comentar o que escrevo.
    Sina minha, partem tão cedo os meus amigos...

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Waldir Filho, fico feliz por ter apreciado este poema e partilhar.
      Muito grata, ZCH

      Eliminar