terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Desceu um Anjo do Céu

 
Desceu um anjo do céu
Como um raio de luz
Que reluz
Brilhante de cor e magia
Que me encheu de alegria… 

Me seduziu
Me beijou,
Abraçou
E me atraiu!... 

Se aproximou de mim
Com encantamento
E sedução.

Partilhamos em comunhão
O prazer de longo e apertado
Abraço
De amado,
De amor puro,
Assexuado.

Era anjo... 

Comungámos dum prazer sem fim,
De carícias,
De ternura,
De sonho e fantasia,
De alegria
E plena magia…  

Desceu do céu
Para mim voou
E me encantou…
Pensei que iria ficar
Para sempre me amar…


Mas, teve que ao céu voltar…
 Poema de - CHAMUSCA, Zélia
 Da obra - PEDAÇOS DO MEU CORAÇÃO
 Edições Vieira da Silva
 ISBN - 978-989-8545-00-8
 IGAC - 6790/2011

 

2 comentários:

  1. Zélia, parece que navegamos nas mesmas águas, já são rtrês ou quatro poemas seus, (excelentes por sinal), com inspiração semelhante, ou muito próxima de alguns dos meus poemas. Parece termos emoções e sentires muito idênticas, e só descobrimos isso tantos anos depois. Também antes o trabalho absorvia-nos o tempo todo. Cada vez estou mais feliz por a ter reencontrado. Estamos a descrir-nos.

    ResponderEliminar
  2. Duarte,
    Eu reparei que seus poemas quer quanto à forma, articulação das palavras e mensagem que transmitem se assemelham muito aos meus, pois, isto será porque seremos semelhantes na forma como sentimos a vida, as coisas, a poesia...
    Muito grata por seu comentário e beijinho, ZCH

    ResponderEliminar